Atrair e reter talento

Como atrair e reter os melhores?

Numa recente pesquisa do Hay Group, apenas um quarto dos executivos de topo revela acreditar que os processos de gestão de talento das suas organizações irão assegurar os líderes de que vão necessitar no futuro.

Para muitas organizações, o problema está na abordagem genérica adoptada: em vez de identificar e oferecer exatamente o que o negócio realmente precisará no futuro, o foco está em aumentar genericamente a oferta de talentos. A experiência Hay Group, baseada no trabalho efetuado com organizações dos mais diversos setores, salienta a nossa crença de que esta abordagem é insuficiente.

As organizações precisam de inverter o processo e partir da procura para desenvolver a sua oferta interna e pipeline de talentos. Necessitam de compreender a direção a seguir no futuro, bem como, as mudanças que estão a ocorrer nos seus respetivos mercados. Isto porque as fórmulas e competências de sucesso no passado poderão não ser as mesmas do futuro.

Só com base neste entendimento, as organizações poderão aplicar sistemas mais rigorosos, que assegurarão um maior retorno ao identificar o talento do futuro; oferecer os programas adequados para desenvolver esses potenciais líderes; garantir que os mecanismos de recompensa retêm os colaboradores certos; e monitorização constante dos potenciais talentos dentro da organização.

«Só nos EUA, espera-se que na próxima década 75 milhões de trabalhadores se aposentem, inclusive 50% dos CEOs das principais organizações. O talento disponível para substituir estes aposentados terá de ser escolhido entre apenas 45 milhões de novos colaboradores.»

Para obter mais informações sobre a experiência do Hay Group na identificação e desenvolvimento dos seus futuros líderes, clique em Potential for What?